Campanha de adoção do TJ-SP aumenta procura por crianças maiores


A campanha lançada pela corregedoria do Tribunal de Justiça em São Paulo para incentivar a adoção de crianças maiores de 8 anos ou que têm irmãos conseguiu, em pouco mais de um mês, acelerar o encaminhamento de várias delas para famílias que pretendem ter um filho.

EM CASA De outubro até agora, seis já começaram a conviver com os possíveis futuros pais e 13 estão com pretendentes sendo avaliados no Fórum de Santo Amaro, onde a iniciativa começou a ser testada. De janeiro a outubro, apenas duas adoções de crianças maiores tinham sido finalizadas.

LUZ Antes do lançamento da campanha, que inclui também crianças com deficiência, houve um debate interno sobre a razoabilidade da ideia, já que ela exige a exposição dos menores, que têm as fotos colocadas em um site e já apareceram em programas de TV. O balanço indicaria que ela foi até agora bem-sucedida.

XODÓ Só uma das crianças, Maria Inês, de 11 anos, despertou o interesse de 70 pretendentes.

LONGA ESPERA De acordo com o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), há no Brasil hoje 8.308 crianças e adolescentes esperando por adoção. Destes, 70% têm mais de 8 anos e 60% têm irmãos, o que dificulta que encontrem uma família. Outras 27% têm problemas de saúde.

CHAVE A Justiça do Uruguai já liberou o doleiro Vinicius Claret, conhecido como Juca Bala, para ser deportado de volta ao Brasil. Ele é acusado de lavar dinheiro para o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e para a Odebrecht. A juíza que tomou a decisão concedeu ao Brasil 30 dias para buscá-lo em Montevidéu. Caso contrário, ele será colocado em liberdade.


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes