Depoimentos

Cesar e Karina pais do  Rafael.

No Grupo Adote encontramos uma família acolhedora, onde além de nos ajudar em dúvidas nas questões da adoção, participamos de atividades e palestras onde nos sentimos úteis e confiantes a cada dia. 

Carla e Clayton

Meu nome é Carla e meu esposo Clayton. Estamos casados há 12 anos e desde sempre queríamos ser pais.

Tentamos pelo método biológico, porém, sem sucesso. Ficamos tristes por muitas vezes por não conseguir realizar o nosso sonho.

Nunca fomos atrás de FIV, que foi o método no qual os médicos indicavam. Achávamos que alguma hora a gravidez ia acontecer.

Meu esposo sempre falava da adoção, desde a 1ª vez que o médico indicou a FIV, mas sempre deixávamos pra depois. Na verdade a adoção ainda não tinha nascido em meu coração.

Em setembro de 2015 conversamos e decidimos que chegou a nossa hora, começamos a frequentar o ADOTE e entregamos toda a documentação em novembro.

Em maio de 2016 fomos habilitados, e sabe a sensação de estar grávidos, de comemorar e de contar a todos, é isso que sentimos.

Sim, estamos grávidos do coração, e esperando ansiosos pela chegada dos nossos filhos.

Enquanto estamos na espera nada melhor do que nos preparar e adquirir conhecimentos no ADOTE, que se tornou uma família que nos acolheu muito bem. Lá dividimos emoções e cada família construída nos alegra muito, pois todos possuímos o mesmo objetivo.

Não sabemos o tempo da gestação, e nem se é menino, menina, meninos ou meninas, o que realmente sabemos é que a ansiedade de ver seus rostinhos e o nosso amor aumenta a cada dia, e que na hora certa Deus fará o nosso encontro.

Ana Paula e Robson

Após 20 anos juntos sendo 9 de casados, filhos sempre foi algo que nunca ficou em primeiro lugar na minha vida, fui trabalhar, estudar, e trabalhar, trabalhar e trabalhar; fui buscar tentar construir uma estabilidade financeira e buscando até hoje. Até que a idade foi chegando no auge dos meus 33 foi ficando mais forte a vontade de aumentar a família.

Partirmos para a aventura com 35 anos e foi quando parei de prevenir pois usava o diu e decidi fazer a retirada dele no fim de novembro de 2014.

A gestação biológica não aconteceu e foi então que a adoção nos escolheu e nós escolhemos a adoção.

Não foi uma decisão fácil, aliás ambas foram difíceis de serem tomadas a primeira por decidir ter um filho pois já tinha sido pensada e repensada muitas vezes e aí Deus nos leva à caminhos desconhecidos porém o melhor caminho, que nos leva a tranquilidade de coração e alma.

Envie seu depoimento ou sua história sobre a adoção

Depoimentos

© 2017 por cultivecomunicacao.com.br

Entre em contato:
(19) 99758-7088

(19) 98122-7580

Encontre-nos:
Rua 1B - JSP, n 125 - Jd. São Paulo - Rio Claro-SP

CEP: